Felipe França disputará final dos 50m peito

O brasileiro Felipe França conseguiu se classificar para a final dos 50 m peito do Mundial de esportes aquáticos, em Xangai. Ele se classificou para a final com o segundo melhor tempo das semifinais, com 26s95. Ele foi superado apenas pelo sul-africano Cameron Van Der Burgh, com 26s90.
Já Kaio Márcio e Leonardo de Deus não conseguiram avançar às finais dos 200 m borboleta. Na mesma prova, Michael Phelps avançou com o terceiro tempo. As finais serão realizadas nesta quarta-feira, a partir das 7h. Um duelo em 50 metros. Assim será a prova mais rápida do estilo peito, pois o Sul-Africano Cameron van der Burgh, campeão da prova no Mundial de Roma 2009, na semifinal da noite desta terça-feira, 26/07, na China e manhã do mesmo dia no Brasil, resolveu reagir e fez uma semifinal emocionante, decidida na chegada, com o brasileiro Felipe França Silva, prata na Itália. Cameron entra na final com o primeiro tempo (26s90) e Felipe, com o segundo (26s95).
Nadando a série mais difícil da semi, que colocou cinco de seus participantes entre os oito da final, Van der Burgh e França Silva foram os únicos que fizeram tempo abaixo de 27 segundos. O norueguês vencedor da prova dos 100m do estilo, Alexander Oen, foi o terceiro (27s33). O medalhista de bronze em Roma, o americano Mark Gangloff foi o oitavo classificado (27s57).
– Foi bom quebrar essa barreira de 27s. Acho que errei na chegada e por isso ele conseguiu ganhar. Amanhã não vou nem pensar, vou olhar pra frente – disse.

Metade dos finalistas dos 50m peito em Xangai estiva também na decisão da prova em Roma. Além de Cameron, Felipe e Mark, o alemão Hendrik Feldwehr (27s53), sétimo tempo da semifinal, estava na final italiana. Nos 200m borboleta Kaio Márcio e Leonardo de Deus fizeram a primeira semifinal e não conseguiram passar à final. Kaio não se saiu bem na parte da manhã e entrou com o 14º tempo, mas na prova liderou até os últimos 25 metros, quando o chinês Yin Chen tomou a dianteira e fechou com 1m54s80. Kaio foi o terceiro da série (1m56s06), mas a bateria seguinte, muito mais forte, colocou sete de seus integrantes na final.
 Desde a parte da manhã não estava me sentido bem. Infelizmente não deu, acontece. Mas ainda tem os 100m borboleta e o revezamento medley – disse.
Leonardo fez o segundo melhor tempo das eliminatórias e um tempo, 1m55s55, que o garantiria na final caso não tivesse sentido tanto o esforço do que fez na etapa classificatória, quando marcou 1m57s58. Kaio e Leonardo ficaram em 10º e 13º lugar nos 200m borboleta.
– Foi meu primeiro Mundial. Vim super animado pra cá, me senti super bem nadando de manhã, mas já no aquecimento não estava me sentindo tão bem. Falei que dei 101 por cento e isso pesou. Não consegui descansar direito à tarde, fiquei ligado com o resultado da eliminatória, pensando. Não deu pra pegar a final, mas estou feliz. Fiquei tão feliz com essa marca que me motivou ainda mais a treinar pra Olimpíada o ano que vem – disse.
Eliminatórias – Nas eliminatórias de quarta de manhã, 27/07, em Xangai, e terça à noite em Brasília, Etiene Medeiros nos 50m costas, Cesar Cielo e Bruno Fratus nos 100m livre e Thiago Pereira nos 200m medley. Na quinta, 28/07, e quarta à noite no Brasil, Tatiana Lemos nos 100m livre feminino e Leonardo de Deus nos 200m costas.
O Brasil participa do Mundial de Xangai, com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Esportes Aquáticos, e ainda do Banco Bradesco/ Lei de Incentivo Fiscal, e Lei Agnelo/Piva -Governo Federal.
Fonte: CBDA

Deixe uma resposta