Etiope e queniana vencem 87ª Corrida de São Silvestre

O etíope Tariku Bekele, de 24 anos, venceu a 87ª Corrida Internacional de São Silvestre.  Mesmo debaixo de muita chuva, o corredor não teve problemas para liderar a prova desde o começo. Ele terminou a prova em 43 minutos e 35 segundos. O melhor brasileiro na prova foi Damião Ancelmo de Souza, que terminou em sétimo. Marílson Gomes dos Santos, que buscava o tetracampeonato, terminou em oitavo lugar.Bekele nunca tinha corrido a São Silvestre e conquistou suas melhores marcas em provas mais curtas, como nos 3.000m (7min28s70) e nos 5.000m (12min52s45). A Etiópia não vencia desde 2001.O segundo colocado da prova foi o queniano Mark Korir. Em terceiro, veio outro queniano: Matthew Kisorio. Em quarto chegou Martin Lel, também do Quênia e foi seguido pelo marroquino Najin El Qady. Em sexto veio outro queniano, Barnabas Kosgei. Damião chegou logo em seguida com Marílson bem próximo a ele.Bekele não chegou a bater o recorde da prova. No outro percurso, terminando na Avenida Paulista, Paul Tergat, terminou a prova em 43 minutos e 12 segundo em 1995.
Veja os tempos oficiais dos oito primeiros colocados:
1º Tariku Bekele (ETI) – 43min35s
2º Korir Mark (QUE) – 43min58s
3º Matthew Kisorio (QUE) – 44min12s
4º Martin Lel (QUE) – 44min28s
5º Najin El Qady (MAR) – 44min32s
6º Kosgei Barnabas (QUE) – 44min45s
7º Damião Ancelmo (BRA) – 44min53s
8º Marilson Gomes (BRA) – 45min06s

Jeptoo ganha prova feminina

Priscah Jeptoo venceu a prova feminina da São Silvestre de 2011. A queniana de 27 anos fez sua estreia em provas no Brasil e debaixo de muita chuva teve na etíope Wude Ayalew sua principal rival para vencer a 87ª edição da competição.Jeptoo e Ayalew se destacaram do segundo pelotão por volta do nono quilômetro da prova e foram assim até o final do percurso. As duas subiram o trecho da Avenida Brigadeiro Luís Antônio distantes mais de 500 metros das suas rivais e encararam a descida da mesma avenida juntas.Jeptoo chegou a São Paulo como uma das favoritas e confirmou esta condição. Ela é a atual campeã da Maratona de Paris (França), com 2h22min51. Jeptoo ficou a apenas cinco segundos da quebra do recorde da prova.
A terceira colocada foi outra queniana, Eunice Kirwa, seguida da italiana Nadia Ejjafini e da queniana Elizabeth Rumokol. A melhor brasileira foi Cruz Nonata da Silva, que terminou no sexto lugar.
Veja os tempos oficiais das seis primeiras colocadas:
1º Priscah Jeptoo (QUE) – 48min48s
2º Wude Ayaley (ETI) – 48min52s
3º Eunice Kirwa (QUE) – 50min58s
4º Nadia Ejjafini (ITA) – 51min19s
5º Chepkanan Rumokol (QUE) – 51min44s
6º Cruz Nonata (BRA) – 51min59s

Fonte: Ultimo Minuto

Deixe uma resposta