Noite de medalhas garantidas no Maria Lenk

Dobradinha rubro-negra no pódio dos 400m medley, e Cielo confirma favoritismo nos 100m livre

 Mais uma noite de bons resultados e medalhas garantidas no Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro. O campeão olímpico e mundial Cesar Cielo confirmou favoritismo nos 100m livre e foi, mais uma vez, o mais rápido ao fazer 48s38, e Joanna Maranhão e Miréia Belmonte fizeram dobradinha rubro-negra no pódio. Apesar dessas seis medalhas conquistadas na noite dessa sexta-feira (27.04), o Flamengo caiu para a segunda colocação, com 1.695,50 pontos. O Pinheiros assumiu a liderança ao computar 1.799. Em terceiro e quarto, vêm Corinthians (1.597,50) e Minas (1.378). A competição termina nesse sábado (28/04) com as finais dos 200m borboleta, 100m costas, 400m livre e revezamento 4x100m medley.

Cesar Cielo entrou como um dos grandes favoritos ao ouro na final dos 100m livre, prova que contou ainda com mais dois rubro-negros. João de Lucca (49s61) e Nicholas Santos (49s79) não renderam bem e acabaram fora do pódio, em 6º e 8º, respectivamente.

“Foi uma prova muito mais lenta do que a gente imaginou mesmo. Não foi o que eu estava imaginando pra essa competição, mas também não é uma prova que eu estou focando muito, meu foco é o 50m livre mesmo. Vamos ver se nos próximos dias eu faço umas competições pra melhorar isso e nadar bem nas Olimpíadas”, disse Cielo, que completou: “Ganhar a competição é importante, conquistar esses pontos pro Flamengo. Agora é nadar os revezamentos pra terminar a competição. Na semana que vem, com a cabeça mais fria, fazer uma análise mais consciente de tudo o que aconteceu, achar os pontos e melhorar para as Olimpíadas.

Na versão feminina, Daynara de Paula também conquistou o título de campeã brasileira. A rubro-negra ficou em segundo lugar, com 55s54, atrás da estrangeira Jeanette Gray, do Corinthians, que fez 54s37.

Joanna Maranhão (já garantida em Londres) e Miréia Belmonte protagonizaram um belo duelo na final dos 400m medley, prova em que fizeram dobradinha rubro-negra no pódio. As duas lideraram a disputa com facilidade. Joanna assumiu a liderança logo no início, mas caiu de rendimento no estilo peito, dando a vez para a espanhola Miréia Belmonte passar à frente. Miréia bateu em primeiro, com 4m39s41, e Joanna, que conquistou o título de campeã brasileira, ficou em segundo, 4m42s32.

Fonte: flamengo.com.br

Deixe uma resposta