Universidad de Chile classifica-se e pega Boca Juniors

<><><><><>

A  equipe do Universidad  de Chile classificou-se para as semifinais da Copa Libertadores da América ao vencer o Libertad do Paraguai nos penaltis, apos um , em 1 x 1, no tempo regulamentar. A equipe andina enfrentará o Boca Juniors na próxima etapa da competição, disputando em casa o jogo de volta.


A Universidade do Chile passou nesta quinta-feira às semifinais da Copa Libertadores ao eliminar o paraguaio Libertad por 5 a 3 nos pênaltis, após empate por 1 a 1 na partida disputada na noite desta quinta-feira, em Santiago.
O jogo de ida, em Assunção, terminou com o mesmo placar de 1 a 1.
Durante os 90 minutos, a Universidade marcou com Díaz, aos 17, e o Libertad empatou com Osvaldo González, contra, aos 22.
Os chilenos enfrentarão nas semifinais o argentino Boca Juniors, que eliminou o Fluminense. Santos e Corinthians definem o outro finalista.
A Universidade não apresentou nesta quinta-feira o jogo vistoso mostrado durante todo o torneio, e optou por atacar o Libertad pelas laterais, mas os paraguaios conseguiram controlar as subidas do time local.
Os chilenos começaram utilizando seu jogo de toques e explorando as laterais, mas encontraram uma zaga paraguaia bem plantada e um adversário disposto a explorar os contra-ataques.
A Universidade abriu o placar em cobrança de falta da entrada da área, com o volante Marcelo Díaz chutando sob a barreira, que pulou e enganou o goleiro Roberto Muñoz, aos 17 minutos.
O Libertad empatou logo depois, aos 22, quando o zagueiro chileno Osvaldo González tentou tirar de cabeça e enviou contra o próprio gol.
A equipe local manteve a pressão no segundo tempo, mas o nervosismo impediu o habitual toque de bola dos chilenos, que passaram a arriscar os lançamentos para Rodríguez e Mena, anulados pela defesa paraguaia.
Na disputa de pênaltis, “La U” anotou com Aranguis, Díaz, Ruidíaz, Rodríguez e Lorenzetti, enquanto os paraguaios marcaram com Velásquez, Cáceres e Muñoz, mas Ayala permitiu a defesa de Jhonny Herrera
Fonte: Olé(Argentina)

Deixe uma resposta