Santos elimina Vélez e enfrentará Corinthians

O Santos sofreu, mas vai à semifinal da Libertadores 2012, contra o arquirrival Corinthians. Venceu o Vélez Sarsfield por 1 a 0, gol de Alan Kardec no segundo tempo, e precisou dos pênaltis para fazer 4 a 2 –graças a um erro argentino e uma defesa de Rafael– e conseguir a classificação, continuando na luta pelo quarto título do torneio continental,com o quarto penalti cobrado por Léo(foto abaixo).

As datas ainda serão confirmadas pela Conmebol, mas serão em junho (provavelmente, dias 13 e 20) assim como os locais, já que o Pacaembu e a Vila Belmiro são os campos utilizados pelos dois times (o primeiro é de mando do time santista). O certo é que o clima de apreensão deve dominar os torcedores desde já, como foi em todo o jogo na Baixada nesta quinta-feira.

Alan Kardec comemora com Neymar e a vibração de Léo pelo gol da vitória do Santos  que abriu caminho para a classificação

No primeiro tempo, o Vélez teve o controle do jogo. Os santistas, pressionados por ter de fazer um gol pelo menos, tiveram muitas dificuldades para furar a defesa argentina. Neymar, Ganso e seus laterais não conseguiam finalizar, mesmo que seja torto. Um indício disso: três chutes ao gol, todos do Santos, nenhum no gol.

EXPULSÃO
Aos 39 minutos, aconteceu o lance que ajudou bastante ao time da casa. Cartão vermelho para o goleiro Barovero, do Velez, que derrubou Neymar, na entrada da área, quando ele em direção para o gol, após passe em profundidade.A vantagem de um jogador a mais serviu para ajudar o time de Muricy Ramalho a colocar os nervos no lugar.
E no segundo tempo foi só pressão santista. À exceção de um breve período entre 6 e 10 minutos, quando o Velez conseguiu emplacar três contra-ataques –num deles Fernandéz chutou de longe e quase surpreendeu o goleiro santista Rafael–, só deu Santos.
Ainda um pouco nervoso, com Neymar reclamando muito, cometendo faltas e até tomando cartão amarelo por uma solada. Um lance merece registro: Rentería caiu na área em dividida com Ortiz e reclamou pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Argentino troca camisa com Neymar após a decisão

PRESSÃO
Depois disso, pressão total com o apoio dos torcedores na Vila Belmiro. O alívio para os torcedores veio aos 32 minutos. Ganso tocou para Leo, que tinha entrado minutos antes, que passou para Alan Kardec –que tinha perdido boa chance minutos antes ao, sozinho, acertar a bola no goleiro argentino–, de canhota, chutar a bola no canto direito de Montoya e fazer 1 a 0.
O tempo passou mas o time santista não conseguiu passar disso. E aí a decisão da vaga deste duelo das quartas de final foi para os pênaltis. Canteros errou ao bater por cima, alto, Rafael pegou o chute de Papa, e o Santos acertou as cobranças que chutou, garantindo a vitória por 4 a 2, fechando com Léo.
Penalidades
Os argentinos converteram o primeiro chute. Rafael acertou o canto, mas não conseguiu evitar o gol.
Na sequência, Kardec cobrou com precisão, sem chances para o goleiro, deixando a contagem em 1 a 1.A segunda cobrança dos argentinos foi por cima do gol. Ganso converteu a segunda cobrança do Peixe, deixando a contagem em 2 a 1.
Na terceira cobrança do Vélez, o iluminado Rafael defendeu, evitando o gol. Elano converteu o terceiro do Santos FC, ampliando a vantagem para 3 a 1. Os argentinos diminuíram na quarta cobrança, segurando a comemoração dos santistas. Mas no quarto tiro do Peixe, Léo converteu, soltando os gritos de comemoração da torcida do Peixe.

Santos Santos 1  x  0 Vélez Vélez
A TÉCNICA

SANTOS 1 (4) X 0 (2) VÉLEZ SARSFIELD

Santos: Rafael; Henrique (Maranhão), Edu Dracena, Durval e Juan (Léo); Adriano (Rentería), Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho.

Velez Sarsfield: Barovero; Peruzzi, Ortiz, Sebá Domínguez e Papa; Cubero, Fernández (Canteros), Zapata e Cabral (Bella); Martínez e Obolo (Montoya). Técnico: Ricardo Gareca.

Gol: Alan Kardec, aos 32 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Adriano, Arouca, Neymar e Alan Kardec (Santos); Fernández e Cabral (Vélez Sarsfield)

Cartão vermelho: Barovero

Ártbitro: Roberto Silvera (Uruguai)

Renda: R$ 677.502,00

Público: 13.908 pagantes

Grêmio

Bahia
Universidad de Chile

Libertad

Fontes: santosfc.com.br –  A Tribuna(Santos) – Folha.com – Olé(Argentina)

Deixe uma resposta