Ponte Preta surpreende Vélez na Argentina e faz semifinal da Sul-americana com São Paulo

    A Ponte Preta surpreendeu o Vélez Sarsfield na Argentina, nesta quinta-feira, na partida de volta das quartas de final da Copa Sul-americana, vencendo por 2 a 0 e se classificando para enfrentar o São Paulo nas semifinais da competição.

Com o empate em 0 a 0 no Moisés Lucarelli na partida ida, na semana passada, a Ponte Preta entrou em campo precisando apenas de um gol, mas quem achava que a Macaca – que ocupa apenas a 18ª colocação no Campeonato Brasileiro e corre sério risco de rebaixamento – seria presa fácil para o Vélez Sarsfield em Buenos Aires se enganou.

Os gols da vitória da Macaca foram marcados por Elias, aos 3 minutos do segundo tempo, e Fernando Bob, já nos acréscimos da partida.

Foto: Reprodução

A Ponte fez um primeiro tempo valente, esperando os argentinos no campo de defesa e contra-atacando em velocidade, principalmente pelo lado esquerdo, com o lateral Uendel e o atacante Rildo.

O Vélez, jogando em casa no estádio José Almafitani diante de sua torcida, se viu obrigado a partir para cima e teve maior posse de bola, mas encontrou dificuldade para chegar ao gol do goleiro Roberto na primeira etapa.

Com as duas equipes bem postadas em campo, a primeira chance de gol foi da Ponte e só veio aos 27 minutos de jogo, quando Elias cobrou uma falta na cabeça de Artur, obrigando o goleiro Sebastian Sosa a fazer uma grande defesa.

Quatro minutos depois, o Vélez deu o troco. Lucas Pratto cruzou da direita e Ezequiel Rescaldani aproveitou a péssima saída de Roberto para cabecear. A bola passou raspando pela trave esquerda do gol da Macaca.

No segundo tempo, o Vélez voltou decidido a pressionar e quase abriu o placar com Romero e, em seguida, Pratto, aos 2 minutos.

Mas a Macaca se transformou em Gorila e deu o troco certeiro. Num rápido contra-ataque, Elias abriu para Rildo, recebeu de volta na cara de Sosa e fez o gol que já valia a classificação inédita para a Ponte às semifinais da Sul-americana.

A torcida do clube do interior paulista, que viajou em bom número a Buenos Aires, comemorou com uma bonita festa.

Os argentinos, precisando virar a partida para avançar na competição, se lançaram com tudo em busca de gols.

Aos 17 minutos, Cubero cobrou falta e a bola passou por todo mundo na área da equipe brasileira, num lance de muito perigo.

Em seguida, Roberto fez boas defesas em chute de Rescaldani e cabeçada de Cabral, aos 25 e 26 minutos.

Aos 30, Insúa, que tinha acabado de entrar, cobrou uma falta com muito perigo no ângulo esquerdo, mas Roberto foi buscar.

A cinco minutos do fim, Cáceres chutou cruzado e o zagueiro Diego Sacoman salvou em cima da linha.

Nos acréscimos da partida, quando já parecia que o Vélez não teria forças para virar, a Ponte fechou o caixão argentino com um lindo gol de Fernando Bob, que tinha acabado de entrar.

 O atacante deu um lindo chapéu no goleiro Sosa antes de empurrar de cabeça a bola para as redes, selando a histórica vitória e a classificação da Macaca às semifinais da Copa Sul-americana.

“Provamos que favoritismo não ganha jogo. Fomos azarões. Viemos aqui e mostramos que é possível. Agora temos que nos voltar para o Brasileirão. Precisamos sair da zona de rebaixamento e o apoio é importante. A Ponte está fazendo história”, declarou Rildo após a partida.

A Ponte Preta duelará agora por um lugar na final da competição com o atual campeão São Paulo, que eliminou o Atlético Nacional da Colômbia com um empate por 0 a 0 em Medellin na partida de volta, após vencer no Morumbi por 3 a 2.
Matéria vinculada no:DM.com.br

Deixe uma resposta