Esporte] Futebol Feminino em foco

Por: Benê Lima
ALGUMAS OUTRAS VERDADES SOBRE O FUTEBOL FEMININO
No ambiente do futebol feminino como no restante da vida, prosperam meias verdades, mentiras, injustiças, falta de apoio e personalidades mal formadas, mas também tem coisas gratificantes.
A par do grande esforço feito por algumas pessoas que militam no meio futebolístico, e especialmente as que trabalham a questão de gênero, a modalidade em questão precisa de uma espécie de assepsia e de saber oportunizar as raras ocasiões que a mídia lhe oferece. E o que me inspira a falar assim, por mais paradoxal que possa parecer, é o sucesso da talentosa jogadora Gabriela, a Gabi, como é mais conhecida.
 Gabi – Foto: Divulgação
Feitas as devidas ressalvas ao que se conta de verdade, cuidemos também de descontar as omissões e generalizações quando escutamos que nada se faz pelo futebol feminino. É claro que isso é uma grande e monumental mentira. Certamente o que não é atendida é a gigantesca carência que a modalidade tem. Mas sem dúvida há um enorme esforço no sentido da busca do apoio para a categoria. Se assim não fosse, a própria Gabi, assim como outras, jamais teriam tido aqui em nosso estado a condição de serem vistas e lembradas pela comissão técnica da Seleção Brasileira. A verdade é que isso só se deu pelo trabalho diligente e incansável de algumas pessoas e de umas poucas entidades, entre elas a Federação Cearense de Futebol (FCF) e a Liga Cearense de Futebol Feminino (LCFF).
Desde a primeira convocação de uma atleta do Caucaia Esporte Clube, acontecida em 2009, sendo a goleira Dida a contemplada, que a realização de seletivas da Seleção Brasileira de futebol feminino no estado do Ceará tem sido fator determinante para que tais oportunidades ocorram.  As seletivas são um evento da maior importância para a afirmação dos talentos cearenses, e elas têm sido trazidas para cá com o concurso da CBF e com o apoio e chancela da Federação Cearense de Futebol, através de sua Coordenação da modalidade.
 Goleira Dida – Foto: Benê Lima
Alguns destaques
Neste ponto, vale mencionar pelo menos alguns dos nomes que mais tem concorrido para a produção dos talentos cearenses e para que tenhamos a “matéria-prima” – que são as jogadoras – para que possamos ver justificada a realização desses eventos em nosso estado. Eudes Caucaia, presidente do Caucaia Esporte Clube, Renezito Júnior, ex-coordenador da modalidade junto à FCF e com trânsito na CBF, Chagas Ferreira, como um incansável produtor de talentos na área de formação, professor Sérgio Ricardo, mais na área de organização e facilitação, treinador Jardel Rocha, que também é gestor e contribuidor, entre outros, merecem ter seus nomes lembrados e festejados pelo empenho e pela tenacidade com que buscam incentivar e fomentar o desenvolvimento da modalidade.
Verdades a bem da justiça
Quando se fala em Caucaia Esporte Clube, isso parece remeter as pessoas a uma questão política mal resolvida. E não é bem assim. Independente da má condução desse processo, a entidade privada referenciada já contou sim com o apoio governamental no próprio município em que é sediada, já tendo inclusive o Estádio Municipal Raimundo de Oliveira como sua sede por alguns anos. Só na gestão do prefeito Washington Gois, podemos contabilizar três convênios com a agremiação, nos anos de 2009, 2010 e 2011, totalizando um montante ao redor de R$ 682 mil, desdobrados em R$ 182 mil em 2009, R$ 250 mil em 2010 e outros R$ 250 mil em 2011. Portanto, vale a pergunta, como tarefa de gincana: Que outro município no Brasil, realizou algo igual ou maior?
Todo governo, ora por razões predominantemente políticas, ora por razões de desempenho administrativo de seus beneficiários, tem o direito de avaliar a aplicação de seus recursos, seja por seus gestores seja por esses beneficiários, lançando mão da prerrogativa de dar novo direcionamento para a alocação desses recursos. Nada mais natural.
Reforma do estádio municipal
A ocasião é mais que propícia para tornarmos pública a retomada das obras do Estádio Municipal de Caucaia, como uma exigência do atual Prefeito, que inclusive solicitou o apoio da FCF para que o projeto fosse pontualmente reavaliado, a fim de que não se desperdice mais tempo com rearranjos ou reparos de quaisquer naturezas. A ideia é otimizar o ritmo das obras, e fazê-lo em consonância com os requisitos de operacionalização e funcionalidade do equipamento, sem projetar ideias suntuosas nem megalomaníacas. A esse respeito, já intermediamos duas reuniões na sede da FCF, uma delas com a participação de representante do governo do município de Caucaia, tendo Jardel Rocha como representante do secretário Silvio Lobato. A próxima reunião será realizada na sede do governo caucaiense, com as presenças do prefeito Washington Gois, do presidente da FCF, Mauro Carmélio, e do diretor de competições da entidade, aos quais acompanharemos, bem como de alguns representantes de algumas secretarias do município de Caucaia, entre eles o amigo Jardel Rocha.
Por: Benê Lima
Bene
Administrador autodidata e microempresário; repórter fotográfico com trabalhos realizados para conceituados veículos de comunicação como Folha de São Paulo e Estadão (SP); participante do processo de reformulação da disciplina fotografia do Curso de Jornalismo da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero em São Paulo; ex-coordenador da área de fotografia da Secult/São Paulo; com formação em filosofia mística pela Ordem Rosacruz; iniciado na área técnica e administrativa da gestão esportiva – em nível de pesquisa extracurricular -, entre outros, são alguns dos elementos constitutivos dos nossos ‘ensaios não publicados’.

Deixe uma resposta