Brasil vence Japão por 79 x 56 e está nas oitavas do Mundial da Turquia

O Brasil está classificado para a segunda fase do 17º Campeonato Mundial da Turquia.
                                               Fotos: Divulgação/FIBA

img
Com 27 pontos, quatro rebotes e duas recuperações de bola a cestinha foi Patrícia Teixeira

                                       
 Nesta terça-feira (dia 30), com 27 pontos, quatro rebotes e duas recuperações de bola da cestinha Patrícia Teixeira, o Brasil ganhou do Japão por 79 a 56 (41 a 31 no primeiro tempo) e garantiu o terceiro lugar no grupo “A”.

7 Patricia Teixeira (Brasil)
Patrícia Teixeira

 O adversário da equipe nacional nas oitavas de final desta quarta-feira (1º de outubro) será o segundo colocado da chave “B”, entre França ou Canadá.

7 Patricia Teixeira (Brasil)
Patricia Teixeira

 “A vitória foi construída com nosso jogo coletivo e todas as jogadoras se ajudaram do início ao fim. Cada detalhe foi importante para conseguirmos esse resultado positivo. Entrei para ajudar o grupo, a defesa encaixou bem e com isso o ataque fluiu normalmente. Fico feliz por ter contribuído com 27 pontos, mas divido esse momento com toda a equipe”, comentou a ala Patrícia.

11 Clarissa Santos (Brasil)
Clarissa Santos

 “Foi a vitória do coração e da vontade de ganhar. Jogamos os 40 minutos com muita determinação porque era o jogo da nossa vida. Em nenhum momento deixamos de acreditar na vitória. Fizemos um jogo coletivo, com muita garra e concentração. Mostramos para o Brasil que estamos bem vivas e vamos continuar fortes na competição. Nós não vamos desistir e vamos entrar com força e determinação em todos os jogos”, afirmou a pivô Clarissa Santos.

14 Erika Souza (Brasil)
Èrika Sousa

 “O Zanon (técnico) disse no vestiário que era o jogo da vida ou da vida, que não tinha jogo da morte para nós. E fomos para a quadra com muita determinação em busca da vitória. Chegamos a abrir 20 pontos de vantagem (31 a 11) e mesmo quando elas encostaram (46 a 42) tivemos tranquilidade para continuar na frente. Conseguimos a vitória e vamos em frente”, disse a pivô Érika.

O técnico Luiz Zanon Brasil
Técnico Zanon

 “Essas meninas merecem a vitória de hoje, sem contar que estamos felizes de ter um plano traçado e ter personalidade para realizar esse trabalho. Vamos continuar na luta e mantendo o trabalho com qualidade. O perfil de hoje foi excelente e vamos tentar manter esse mesmo ritmo da defesa bem trabalhada e a determinação dentro de cada jogadora. Para defender temos que ter postura e a seleção teve um olhar muito bom dentro da quadra. Estou feliz em ver a evolução dessas meninas no jogo de hoje”, analisou o técnico Luiz Augusto Zanon.
Veja vídeo:


 fonte:CBB/FIBA/youtube

Deixe uma resposta