Bola parada dá vantagem ao Palmeiras na decisão

O Palmeiras deu um grande passo para colocar fim ao jejum de títulos nacionais nesta quarta-feira, na Arena Barueri. A equipe de Luiz Felipe Scolari usou seu maior trunfo, as jogadas de bola parada, para derrotar o Coritiba por 2 a 0 no primeiro confronto da final da Copa do Brasil e agora parte para a decisão no Couto Pereira com boa vantagem.

Na próxima quarta-feira, na capital paranaense, o Verdão pode até perder por um gol de diferença que ainda assim erguerá a taça de campeão. Caso os donos da casa vençam por 2 a 0, a decisão acontece nos pênaltis. A má notícia para a equipe paulista é a ausência de Valdívia, autor de um dos gols no triunfo desta quarta, que foi expulso de campo.

Pressão total do Coxa nos minutos iniciais

O Coritiba colocou pressão no Palmeiras nos minutos iniciais da partida. Os paranaenses se prepararam para aproveitar qualquer erro de passe da equipe de Felipão e partir em contra-ataque em busca de um gol fulminante que desestabilizasse os anfitriões na Arena Barueri. Dessa forma, o Coxa teve pelo menos meia dúzia de chances de abrir o placar na primeira metade da etapa inicial, em boas jogadas de Rafinha, Willian Farias, Gil e Everton Costa. Mas também viu o Palmeiras chegar com perigo, como na cobrança de falta de Marcos Assunção que Thiago Heleno desviou de cabeça para fora aos 38.

Já nos acréscimos, o Coritiba pagaria caro por desperdiçar tantas chances. Em nova jogada de bola parada, Marcos Assunção lançou para a área e Betinho sofreu pênalti de Jonas. Na cobrança, Valdivia colocou a bola no canto oposto ao do goleiro Vanderlei e garantiu a vitória parcial do Verdão no último lance do primeiro tempo, aos 46.

Domínio do Coritiba, vitória do Palmeiras

O Coritiba se manteve superior no segundo tempo da partida e logo na volta do vestiário assustou com uma sequência de jogadas de bola parada, afastadas pela zaga palmeirense. Mas novamente o gol do Verdão castigaria a falta de eficácia do Coxa no ataque: aos 20 minutos, Marcos Assunção cobrou falta da intermediária e o zagueiro Thiago Heleno completou de cabeça para fazer o segundo gol.

O camisa 20 ainda teria nova oportunidade em cobrança de falta, mas Vanderlei segurou no meio do gol e impediu que o time paulista ampliasse. A festa palmeirense só foi interrompida aos 25 minutos, quando Valdivia cometeu falta no sobre Willian Farias e levou o segundo cartão amarelo, sendo expulso de campo.

Para tentar aproveitar a superioridade numérica, o técnico Marcelo Oliveira tirou Júnior Urso e mandou o experiente Tcheco a campo, enquanto o Palmeiras passou a tocar a bola na frente na esperança de esfriar o jogo. O resultado se manteve até o apito final e resta ao Coritiba lutar para reverter o resultado em casa.

“Não tem nada decidido. É difícil, mas não é impossível. Dentro do Couto Pereira a nossa equipe é muito forte”, disse Rafinha na saída do gramado.

Palmeiras 2×0 CoritibaLocal: Arena Barueri
Data: 05/07/2012
Horário: 21h50
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Auxiliares: Alessandro A. Rocha de Matos e Fabrício Vilarinho da Silva
4º Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha
5º Árbitro: João B. Nobre Chaves
Coritiba: Vanderlei, Jonas, Emerson, Pereira, Lucas Mendes, Willian, Rafinha, Junior Urso (Tcheco), Gil (Anderson Aquino), Everton Ribeiro (Lincoln) e Everton Costa .
Técnico: Marcelo Oliveira.
Banco: Victor Brasil, França, Demerson, Tcheco, Thiago Primão, Lincoln e Anderson Aquino.
Palmeiras: Bruno, Arthur, Thiago Heleno, Maurício Ramos, Juninho, Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor, Valdívia, Mazinho (Maikon Leite) e Betinho.
Técnico: Luis Felipe Scolari.
Banco: Deola, Cicinho, Román, Patrick, Daniel Carvalho, Leandro Amaro e Maikon Leite.
Gols: Valdívia (Palmeiras), aos 47 minutos do primeiro tempo; Thiago Heleno (Palmeiras), aos 19 minutos do segundo tempo;
Cartões Amarelos: Junior Urso (Coritiba), Jonas (Coritiba), Valdívia (2)(Palmeiras), Márcio Araújo (Palmeiras), Emerson (Coritiba), Tcheco (Coritiba).
Cartões Vermelhos: Valdívia (Palmeiras).
Público pagante: 28.557
Renda: R$1.874.214,00
Fontes:  FIFA.com –  UOL Esporte – Bem Paranà

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta