Corinthians bicampeão mundial de clubes 2012

 Com um gol de Guerrero o Corinthians Paulista conquistou  o sonhado bicampeonato mundial, ao  derrotar na decisão o atual campeão europeu Chelsea poe 1 x 0, neste domingo (16/12), em Yokohama, no Japão. O clube brasileiro pôs fim a cinco anos de hegemonia de clubes do velho continente na competição.

O mundo volta a ser desse bando de loucos. Empurrado por sua incrível torcida, o Corinthians derrotou o Chelsea por 1 a 0 neste domingo e conquistou a Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2012. É o segundo título mundial da equipe, campeã em 2000, na primeira edição do torneio. É também um título que coroa um ciclo triunfante do time sob a gestão do técnico Tite, depois de ganhar o Campeonato Brasileiro no ano passado e a Copa Libertadores este ano.

Tudo em nome de torcedores apaixonados, que mais uma vez marcaram presença de modo impressionante para apoiar o clube em Yokohama, engrandecendo o espetáculo. Com fôlego incessante, apoiaram seu time o tempo todo, como se estivessem no Pacaembu, atuando perfeitamente como um 12º jogador

Aos 69 minutos, eles explodiram. O volante Paulinho tabelou com Jorge Henrique, entrou na área com tudo, mas acabou perdendo o tempo para o chute. A bola, de todo modo, ficou nos pés de Danilo. O meia limpou para o meio e bateu. O valente zagueiro Gary Cahill fez o desvio, mas, na sobra, Paolo Guerrero subiu confiante, bem para cabecear e marcar. Foi o segundo gol do atacante peruano que chegou a ser dúvida dias antes da estreia no Mundial de Clubes da FIFA, devido a uma contusão no joelho.
A partida decisiva foi um bastante equilibrada no primeiro tempo, com ótimo nível técnico. Os dois times jogaram com muita disposição, buscando o ataque de modo agressivo, com atletas muito velozes e de vigor físico.

O goleiro Cássio foi mais exigido na etapa inicial, fazendo duas defesas incríveis, que lhe valeram a Bola de Ouro adidas de melhor jogador do torneio – David Luiz ficou com a Bola de Prata, enquanto Guerrero levou a de Bronze. A primeira defesa, aos 11, foi numa cabeçada seguida por uma finalização no rebote de Gary Cahill. Depois, aos 35, ele se esticou todo para buscar um chute colocado de Victor Moses, que entrou na área em diagonal pela esquerda. O atacante nigeriano estava pronto para comemorar, mas o brasileiro conseguiu alcançar a bola com a pontinha da luva. 

Do outro lado, o Corinthians chegou a acertar a trave pelo lado de fora com o atacante Emerson, aproveitando passe de Paolo Guerrero cruzando a área, aos 35 minutos. O atacante peruano deu muito trabalho para a defesa dos campeões europeus, dessa vez composta por David Luiz e Cahill. O zagueiro brasileiro havia atuado como volante na vitória contra o Monterrey, mas voltou a sua posição de origem e fez uma impecável partida, bastante eficiente nos desarmes. 
No segundo tempo, a equipe paulistana cresceu muito, conseguiu fazer sua forte marcação por pressão funcionar, ocupando os espaços, sem deixar o Chelsea jogar. Quando conseguiram, Cássio estava em uma jornada inspirada, parando uma investida de Fernando Torres e impedindo o empate. No fim, todo o esforço dos corintianos para se deslocarem até o Japão foi recompensado. A loucura agora é mundial. 

16 DE DEZEMBRO DE 2012 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 CHELSEA
Local: Estádio Internacional de Yokohama,  (JAPÂO)
Data: 16 de dezembro de 2012 (domingo)
Horário: 8h30 (de Brasília)
Árbitro: Cüneyt Çakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran (TUR) e Tarik Ongun (TUR)
Cartões amarelos: Jorge Henrique (Corinthians); Cahill e David Luiz (Chelsea)
Cartão vermelho: Cahill (Chelsea)
Gol: CORINTHIANS: Guerrero, aos 23 minutos do segundo tempo
Público: 68.275 pagantes
CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Jorge Henrique, Danilo e Emerson (Wallace); Guerrero (Martínez)
Técnico: Tite
CHELSEA: Cech; Ivanovic (Azpilicueta), Cahill, David Luiz e Ashley Cole; Ramires e Lampard; Moses (Oscar), Juan Mata e Hazard (Marin); Fernando Torres
Técnico: Rafael Benítez

Fonte: FIFA.com – Sport Mail Online – Gazeta Esportiva
Edição: Ramon Paixão – editor chefe do Jornal Escanteio

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta