CRUZEIRO CAMPEÃO BRASILEIRO 2013


Com Fábio em noite de “São Fábio”, o time mineiro venceu por 3 x 1, sagrou-se tricampeão brasileiro.

Com taça improvisada, cruzeirenses celebram o tricampeonato  – Angelo Pontes / Reuters

Torcedores do Cruzeiro celebram o tricampeonato nas ruas de BH (Foto: Mauricio Paulucci)

A torcida já tinha comemorado.

 Os jogadores já tinham deixado o discurso cauteloso de lado.

Rivais, dirigentes, imprensa e o resto mundo já tinham admitido que o Cruzeiro era o campeão brasileiro de 2013. Faltava apenas convencer os matemáticos do tricampeonato celeste.

 E para isso nem foi preciso fazer esforço, já que o Atlético-PR perdeu para o Criciúma.

 Mas mesmo assim o time mineiro lutou para completar a festa com um triunfo em Salvador: bateu o Vitória por 3 a 1 e completou a excelente campanha de forma brilhante.

 Agora não há mais ressalvas para decretar o tricampeonato nacional do Cruzeiro, que veio com quatro rodadas de antecedência.

Em noite inspirada, o goleiro Fábio evitou o Cruzeiro de perder para o Vitória, nesta quarta-feira, no Barradão.

 Salvou pelo menos quatro chances claras de gols e quando não defendia a bola saia rente à trave pela linha de fundo ou explodia no travessão como no chute de Kadu.

Com Fábio em noite de “São Fábio”, o time mineiro venceu por 3 x 1, sagrou-se tricampeão brasileiro.

                                                     FICHA TÉCNICA

34ª RODADA
Data: 13 de novembro, às 20h50
Local: Estádio Barradão, Salvador (BA)

1 VITÓRIA – Wilson; Ayrton (Pedro Oldoni), Victor Ramos, Kadu e Juan; Marcelo (Euller), Cáceres, Renato Cajá (William Henrique) e Escudero; Marquinhos e Dinei
Técnico: Ney Franco

3 CRUZEIRO – Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio (Everton); Leandro Guerreiro, Lucas Silva e Ricardo Goulart; Dagoberto (Tinga), Borges (Julio Baptista) e William
Técnico: Marcelo Oliveira

Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC-CBF 1), assistido por Carlos Berkenbrock (SC-ESP 1) e Neuza Inês Back (SC-ASP. FIFA)
Gols: William (CRU), aos 35min do 1º tempo; Dinei (VIT), aos 5min, Julio Baptista (CRU), aos 25min e Ricardo Goulart, aos 35min do 2º tempo
Cartão amarelo: William Henrique, Victor Ramos, Juan (VIT) e Borges (CRU)
Renda:R$361.447,00; Público: 25.002 pagantes.

Veja os gols:

fonte:TerraVejaEI

Deixe uma resposta