Dia da Independência: Brasil atropela a Argentina e quebra tabu de 12 anos

No dia da Independência do Brasil, a Seleção Brasileira Adulta Masculina garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa do Mundo da Espanha.

Nene, Brasil X Argentina - Mundial de Basquete (Foto: Ag�ncia AP)
Nenê fez bem seu papel e não deixou Scola jogar, assim como Varejão e Splitter

 Demorou, mas a vitória surgiu.

 Depois de três derrotas dolorosas no Mundial de 2010, Copa América de 2011 e Olimpíadas de 2012, o Brasil deu seu grito de Independência e, enfim, bateu a Argentina, na revanche do 7 de setembro do Mundial de 2010 na Turquia.

 O placar de 85 a 65 (33 a 36) na noite deste domingo, no Palacio de Deportes de Madri, deu provas de que o sonho de uma medalha nesta Copa do Mundo de Basquete está mais vivo do que nunca para essa geração.

img
Raulzinho, Nenê e Marquinhos comemoram a vitória sobre a Argentina

 Time de Rubén Magnano devolve derrotas passadas, incluindo a do Mundial de 2010

Rúben Magnamo

Raulzinho saiu do banco para ser o destaque da Seleção com 21 pontos e um aproveitamento impressionante de 9 acertos em 10 arremessos,duas assistências, um rebote e uma recuperação de bola do cestinha Raulzinho  o Brasil venceu a Argentina por 20 pontos de diferença: 85 a 65 (33 a 36 no primeiro tempo) pelas oitavas de final no Palácio de Esporte Comunidade de Madri.

Raulzinho neto

“A gente não veio aqui só para ganhar da Argentina. Nosso objetivo é muito maior. Hoje vamos curtir essa vitória que nos coloca entre as oito melhores do mundial. Mas a partir de amanhã vamos pensar na Sérvia. È um momento de muita felicidade e o grupo todo está de parabéns pela excelente apresentação”, disse Raulzinho, que foi escolhido pela organização o MVP do jogo.

 O resultado positivo pôs fim ao tabu de 12 anos sem ir para as quartas de final e, de quebra, mandou o arquirrival embora para seu país nas oitavas, algo que não acontecia desde 1994.

 Anderson Varejão foi outro monstro com oito pontos, nove rebotes, quatro assistência e muita raça em quadra, algo que não aparece nas estatísticas.

Anderson Varejão

 Na mesma fase do Mundial da Turquia, em 2010, a equipe nacional havia sido eliminada pelos argentinos. O principal pontuador da Argentina foi o armador Pablo Prigioni, com 18 pontos.

Tiago Splitter e Luis Scola Brasil X Argentina mundial de basquete (Foto: Ag�ncia AP)
Tiago Splitter comemora ao fundo com Luis Scola desolado após derrota da Argentina para o Brasil

Com a vitória, a equipe nacional terá pela frente, na próxima quarta-feira (10), às 13h de Brasília, a Sérvia pelas quartas de final. As duas equipes se enfrentaram na primeira fase, em Granada, e o Brasil ganhou por 81 a 73.

 O vencedor do confronto irá jogar na semifinal com o ganhador de França e Espanha, que jogam às 17h, também em Madri.
Veja vídeo:

fontes:GE.COM/CBB/YOUTUBE

Deixe uma resposta