Flu derrota dois apagões e Libertad

Rafael Moura abriu escore para o tricolor

 Um apagão e um sufoco. O Fluminense precisou encarar essas duas situações para abrir vantagem no confronto oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na noite desta quinta-feira, o time das Laranjeiras, depois de uma paralisação de 1 hora e 5min por conta de uma queda de energia no Estádio do Engenhão, venceu o Libertad, do Paraguai, pelo placar de 3 a 1, de virada, e se aproximou de uma vaga entre os oito melhores clubes da competição sul-americana. De quebra, o resultado no Rio de Janeiro tira a invencibilidade dos paraguaios no torneio.
Depois de conquistar o resultado positivo na noite desta quinta-feira, o Fluminense poderá perder por até um gol de diferença para avançar às quartas de final. Pelo fato de ter balançado as redes no Rio de Janeiro, o clube paraguaio avançará de fase na competição continental se bater a equipe comandada por Enderson Moreira por 2 a 0.
Para conquistar a vitória sobre o adversário paraguaio, o Fluminense precisou superar dois apagões. Um literal, já que o Estádio Engenhão ficou mais de uma hora sem a iluminação completa, repetindo um cenário já encontrado no último domingo, no clássico envolvendo o time das Laranjeiras e o Flamengo; e um outro no sentido futebolísitico, já que o clube carioca sofreu para conseguir o resultado.
Depois de um início fulminante no qual abriu o placar logo aos 4min, com Rafael Moura, o Fluminense caiu de rendimento e permitiu aos rivais empatarem logo nos primeiros minutos da segunda etapa. Após cruzamento despretensioso, Gamarra aproveitou a falha de Ricardo Berna para decretar a igualdade.
Contudo, o talento individual de dois atletas decidiu a favor da equipe de Enderson Moreira. Marquinho, após um chute de fora da área, e Conca, de falta, estufaram as redes de Vargas e decretaram uma boa vitória por dois gols de diferença para o atual campeão brasileiro, que se aproximou das quartas de final da Copa Libertadores.
Fluminense e Libertad decidirão a vaga na próxima quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), em Assunção. Quem avançar deste duelo terá pela frente na próxima etapa do torneio sul-americano o vencedor do confronto entre Vélez Sarsfield e LDU – no primeiro confronto, os argentinos confirmaram o favoritismo dentro de casa e triunfaram por 3 a 0.

FICHA TÉCNICA
Fluminense 3 x 1 Libertad
Gols
Fluminense: Rafael Moura, aos 4min do primeiro tempo; Marquinho, aos 27min do segundo tempo; e Darío Conca, aos 29min do segundo tempo
Libertad: Gamarra, aos 15min do segundo tempo
Fluminense
Ricardo Berna; Mariano, Gum, Edinho e Júlio César (Fernando Bob) (Araújo); Valencia, Diguinho, Marquinho e Darío Conca; Fred e Rafael Moura (Diogo). Técnico: Enderson Moreira.
Libertad
Vargas; Bonet, Portocarrero, Canuto e Samudio; Ayala, Cáceres, Rojas (Moreira) e Gamarra e Núñez (Maciel); Pavlovich (Orué). Técnico: Gregorio Pérez.
Cartões Amarelos
Fluminense: Júlio César, Conca e Marquinho
Libertad: Cáceres, Ayala e Gamarra
Árbitro
Sergio Pezzotta (Argentina)
Local
Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Fonte: JB Online

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta