Isabela Sousa é tricampeã mundial de bodyboard


Dominando todas as baterias da competição, a cearense imprimiu um forte ritmo desde as primeiras disputas.

Isabela Sousa – Tricampeã Mundial de Bodyboard

   . Na semifinal, diante da australiana Emma Cobb, única atleta que podia fazer frente a seu título mundial, Isabela deu um verdadeiro show, garantindo passagem pra decisão e comemorando mais um título mundial.

   “Primeiramente, gostaria de dedicar essa conquista a Deus, a todos os brasileiros, em especial a minha família, aos meus patrocinadores e a equipe de profissionais que trabalham comigo, pois sem esse suporte eu não estaria aqui comemorando com todos vocês”, disse Isabela logo após ser declarada tricampeã mundial.

   Vitória na etapa Venezuelana do Tour:

   Com o título da temporada já assegurado, Isabela partiu com tudo rumo à vitória na etapa venezuelana do mundial. Em uma final 100% brasileira, Isabela enfrentou a capixaba pentacampeã mundial Neymara Carvalho que se despede do Tour nesta temporada, depois de vários títulos conquistados para o Brasil.

   Desde o início Isabela mostrou que seria um tanto complicado tirar a vitória dela. Como nas baterias anteriores, a tricampeã mundial ditou o ritmo somando 16.50 pontos contra 10.85 pontos de Neymara. Isabela chegou a descartar ainda duas notas na casa dos 7 pontos.

   Retorno a capital cearense.
A chegada da tricampeã mundial a Fortaleza está prevista para a próxima sexta-feira (18/10), onde a atleta desembarca no aeroporto internacional Pinto Martins.

   Resultados das Quartas de final:
# QF1 – Emma Cobb (AUS) 9,75 x Maira Viana (BRA) 9.65
# QF2 – Isabela Sousa (BRA) 14.8 x Lumar Guittard (JAP) 9.15
# QF3 – Akiko Sato (JAP) 9.75 x Maylla Venturin (BRA)  6.88
# QF4– Neymara Carvalho (BRA) 11.2 x Marta Leitão (POR) 8.95

   Resultado das semifinais:
# SF1 – Isabela Sousa (BRA) 16.50 x Emma Cobb (AUS) 9.0
# SF2 – Neymara Carvalho (BRA) 12.50 x Akiko Sato (JAP) 9.0

   Resultado Final:
# F – Isabela Sousa (BRA) 16.50 x Neymara Carvalho (BRA) 10.85

Fonte: WINS Sports – Marketing e Gerenciamento de Atletas.

Deixe uma resposta