O Real humilhou o Bayern na Alemanha, fez 4 a 0 e está na decisão da Liga dos Campeões.

.

O Real Madrid deu show nesta terça-feira batendo o gigante Bayern de Munique por 4 a 0, na Alemanha.

Os jornais de Espanha e Alemanha tiveram o mesmo tom para definir a classificação do Real Madrid para a final da Uefa Champions League, com direito a goleada para cima do até então todo poderoso Bayern de Munique.
 Nos dois países, se espalharam nas edições online dos principais periódicos palavras como “humilhação” e “banho”

“Banho e briga pela Décima”, estampo o Marca, principal jornal de Madri. “Real humilha Guardiola”, respondeu da Alemanha o Bild, principal jornal do país

Reprodução

'Banho e briga pela Décima', publicou o Marca
‘Banho e briga pela Décima’, publicou o Marca
Reprodução

'Real humilha Guardiola', estampou o Bild
‘Real humilha Guardiola’, estampou o Bild

Outros jornais preferiram fazer um jogo de palavras para definir a partida. “Real joga como rei, e Bayern está fora”, estampou a alemã Kicker. “(Real) Põe fogo em Munique e espera a Décima”, publicou o madrilenho As, em referência ao temido apelido de Bestia Negra do Bayern, conhecido por ser a pedra no sapato merengue.


Reprodução

'Real joga como rei, e Bayern está fora', publicou a Kicker
‘Real joga como rei, e Bayern está fora’, publicou a Kicker
Reprodução

'(Real) Põe fogo em Munique e espera a Décima', disse o As
‘(Real) Põe fogo em Munique e espera a Décima’, disse o As
A curiosidade fica por conta dos jornais da Catalunha. O Mundo Deportivo até deu todo o destaque para a manchete “O Real vai a final atropelando o Bayern”. O Sport, porém, resolveu ‘esconder’ a classificação merengue e deu mais destaque para um possível reforço do Real e para a morte de Tito Vilanova do que para a “humilhação do Real contra Bayern e Guardiola”.

Reprodução

'O Real vai a final atropelando o Bayern', publicou o Mundo Deportivo
‘O Real vai a final atropelando o Bayern’, publicou o Mundo Deportivo
Reprodução

Sport 'escondeu' o Real, mas admitiu humilhação contra Bayern e Guardiola
Sport ‘escondeu’ o Real, mas admitiu humilhação contra Bayern e Guardiola

Com muito mérito, os espanhóis se classificaram à decisão da Liga dos Campeões com direito a dois gols do zagueiro Sergio Ramos e com um novo recorde de Cristiano Ronaldo, autor do terceiro e do quarto tento na Allianz Arena.

O português chegou ao seu 16º gol na atual competição e tornou-se o maior artilheiro de uma única edição da Liga dos Campeões, deixando para trás Messi e Mazzola, que fizeram 14 gols cada.
Veja os gols:

FICHA TÉCNICA:

BAYERN DE MUNIQUE 0 X 4 REAL MADRID

Local: Alianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 29 de abril de 2014
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Pedro Proença, de Portugal
Assistentes: Bertino Miranda e Tiago Trigo, ambos de Portugal
Cartões amarelos: Xabi Alonso (Real Madrid) e Dante (Bayern de Munique)
Gols: Sergio Ramos (Real Madrid), aos 15 e 19 do PT e Cristiano Ronaldo (Real Madrid), aos 33 do PT e aos 44 do ST

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Schweinsteiger, Muller (Pizarro) e Kroos; Robben, Mandzukic (Javi Martínez) e Ribéry (Gotze)
Técnico: Pep Guardiola

REAL MADRID: Casillas; Carvajal, Sergio Ramos (Varane), Pepe e Coentrão; Xabi Alonso, Modric e Bale; Di María (Casemiro), Benzema (Isco) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Carlo Ancelotti
fonte:IGYoutube

Deixe uma resposta