Primeiro evento da Copa das Confederações será realizado neste domingo em Fortaleza

Durante o clássico Fortaleza x Ceará no Castelão cinco áreas serão avaliadas:
Comitê Organizador Local fará análises com foco em aspectos ligados a limpeza, transporte dos times, serviços ao espectador, tecnologia da informação e especificações de gramado

A partida entre Fortaleza e Ceará, a partir das 16h deste domingo (14.04), no Castelão, em Fortaleza, será palco para o primeiro teste oficial em arenas da Copa das Confederações. Neste primeiro evento, a equipe do Comitê Organizador Local (COL) pretende avaliar, prioritariamente, alguns aspectos de cinco áreas ligadas à operação do estádio. O planejamento dos acessos aos portões de entrada, por exemplo, levará em conta requisitos adotados em grandes eventos, como as grades organizadoras do fluxo de pessoas.

Foto: Portal da Copa/ME/Março 2013#

O gramado receberá tratamento diferenciado, com o corte levando em conta o padrão da competição, com altura de 22mm a 23mm de altura. A irrigação vai ocorrer em horários designados e com o volume de água apropriado. O trabalho dos gandulas será diferenciado, com orientação e treinamento similar ao que será exigido para a Copa das Confederações.
As operações de mobilidade dos times e dos árbitros dentro da arena, com chegada de ônibus, acesso aos vestiários, entrada no campo, retorno no intervalo e saída definitiva serão avaliadas na área definida como transporte. O controle de mobilidade nos arredores do estádio continua sob responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza.  
Outro setor que receberá atenção é o de limpeza e resíduos. Haverá treinamento e preparação das empresas contratadas pelo operador do estádio para ações como a coleta seletiva.
Completa a lista de áreas que terão atenção especial a de Tecnologia da Informação. Serão avaliados o sistema de sonorização da arquibancada, áreas de sombreamento, qualidade de áudio e vídeo dos telões, o sistema de distribuição de sinal de televisão para camarotes e áreas comuns e a sala de controle.
Outras áreas estratégicas, como operações de mídia, logística para delegações estrangeiras, voluntários e hospitalidade serão avaliadas em outras sedes da Copa das Confederações. E, como a partida é válida pelo campeonato cearense, a organização geral do evento continua sob responsabilidade da federação estadual.

Foto: Portal da Copa/ME/Fevereiro 2013#

Áreas de atuação
1. Limpeza e resíduos
Gerência de Limpeza e Gestão de Resíduos do COL está treinando e preparando as empresas contratadas pelo estádio para implantação dos níveis e diretrizes dos serviços que serão adotados na Copa das Confederações. Um dos focos de trabalho é a coleta seletiva de resíduos recicláveis.
2. Transporte
O foco é na operação das equipes e árbitros dentro do estacionamento do estádio. O COL vai implementar a organização interna da chegada e saída dos times, exatamente como será feito na Copa das Confederações. O fluxo externo ao estádio é de responsabilidade do governo local.
3. Competições
O gramado será tratado da mesma forma que na Copa das Confederações. Há um cuidado diferenciado e a grama será cortada no mesmo padrão dos jogos da competição, com altura de 23mm e irrigação feita em períodos tecnicamente designados e com o volume de água considerado apropriado. A operação dos gandulas também será distinta, com orientação e treinamento similar ao que será usado na Copa das Confederações.
4. Serviços ao espectador
Será feito o planejamento das filas dos portões de entrada, e o direcionamento do fluxo das torcidas.
5. Tecnologia da Informação
Atividades de áudio e vídeo, com avaliação de sistema de sonorização da arquibancada, telões, sistema de distribuição de sinais de televisão para camarotes e áreas comuns, além da infraestrutura de conexão do “broadcast compound” com a sala de controle. Também haverá preocupação com a identificação de áreas de sombras e o trabalho de avaliação de recursos e condições técnicas para os serviços de mídia. 




Fonte: Gustavo Cunha – Portal da Copa

Fotos: Portal da Copa/ME/Fevereiro 2013

Edição: Ramon Paixão – editor chefe do Jornal Escanteio

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta