Tricolor desembarca em Montevidéu para jogar com o Nacional

Grêmio estreia na Copa Libertadores nesta quinta-feira

Embora curta, a viagem que levou a delegação Tricolor teve momentos de tensão durante o deslocamento para a capital uruguaia.

Foto: Cristiano Oliveski / Grêmio FBPA

 Ao sobrevoar Montevidéu, o avião enfrentou períodos de turbulência em virtude das fortes chuvas que vêm castigando o país. O tempo ruim obrigou o piloto a permanecer mais tempo que o previsto no ar, mas nada foi motivo para tirar a alegria dos atletas gremistas na chegada.

“Foi uma viagem tranquila, apesar dessa chegada com turbulência, mas tudo correu bem e agora vamos trabalhar para sair daqui com uma vitória na quinta”, comentou o lateral Pará, após o desembarque.

Basta Enderson Moreira repetir o time que começou o Gre-Nal de domingo para três desses jogadores estarem prestes a sentir um gosto especial.

 Ou simplesmente uma “ansiedade” diferente, que é como Ramiro definiu a sua estreia na Libertadores, tão perto, nesta quinta-feira, diante do Nacional-URU no Parque Central. Juntam-se ao volante o lateral Wendell e o meia-atacante Luan.

São eles, em tese, os novatos na competição continental dos 11 preferenciais de Enderson. E não há constrangimento em admitir nervosismo, expectativa e qualquer outro sentimento de quem viverá uma experiência ímpar.

– Libertadores é uma copa, outra cultura e forma de jogar – explica Wendell, só 20 anos, mas consciência bem mais experimentada.

wendell ramiro grêmio montevidéu (Foto: Lucas Rizzatti/GloboEsporte.com)
Wendell e Ramiro anseiam pela estreia na Libertadores (Foto: Lucas Rizzatti/GloboEsporte.com)

Mais do que conscientes, os novatos são sintonizados.

  E tanto Wendell quanto Ramiro afirmam: a tradição do Grêmio na Libertadores vai ajudá-los a compensar sua própria inexperiência. Afinal, o Tricolor ruma para sua 15ª participação, tendo quatro finais e dois títulos.

– Tem muitos jogadores como eu, estreando. Mas o Grêmio tem tradição – aponta o lateral-esquerdo.
– O Grêmio está acostumado a esse tipo de jogo, a esse tipo de torneio – reforça o volante. – De qualquer forma, mesmo sem jogar, sabemos como é o ambiente, a vê na TV… é ter a cabeça no lugar. Estou ansioso, claro, mas é normal.

 Chegada do Gremio no Uruguai.

Veja vídeo:

fonte:Portal do Gremioyoutube

Deixe uma resposta