Vela: Dupla gaúcha da 470 Feminina brilha no primeiro dia do Troféu Princesa Sofia

O primeiro dia de regatas do 43º Troféu S.A.R. Princesa Sofía, em Palma de Mallorca, na Espanha, foi especial para a dupla feminina de 470 Fernanda Oliveira e Ana Barbachan. As velejadoras gaúchas ocupam a terceira colocação na classificação geral do evento, uma das etapas da Copa do Mundo de Vela, da ISAF.Na primeira regata desta segunda-feira(02/04) , com 52 barcos, as duas fecharam a raia em sétimo. Na seguinte, melhoraram o desempenho e saíram com a terceira posição. As outras brasileiras na flotilha, Martine Grael e Isabel Swan, ocupam a 23ª posição, com um 14º e um 32º lugares, respectivamente.”Temos que pensar regata a regata. O campeonato é bem difícil”, afirma Fernanda Oliveira, medalhista olímpica em Pequim/2008. A dupla brasileira que terminar o campeonato na melhor colocação estará classificada para a Olimpíada de Londres/2012. Na versão masculina da 470, os também gaúchos Fábio Pillar e Gutsavo Thiesen, membros da Equipe Brasileira de Vela, ocupam a 62ª posição. Já Carlos Henrique Wanderley e Nicolas Castro estão em 55º lugar. Com 93 barcos inscritos, a organização dividiu a classe em duas flotilhas. O Brasil ainda não tem vaga garantida nos Jogos nesta classe.

O mesmo ocorre na 49er, que tem André Fonseca e Marco Grael competindo nesta semana em Palma de Maiorca. Os brasileiros, que em maio tentam garantir a vaga olímpica do País no Mundial de Zadar, na Croácia, ocupam a 48ª colocação, após três regatas corridas.Teste de barco e novas velas – Usando a competição para testar o barco italiano Follia e um novo conjunto de velas, os líderes do ranking mundial de Star tiveram um desempenho apenas regular na estreia na Espanha. Robert Scheidt e Bruno Prada estão em 12º lugar após duas regatas. “É um evento fortíssimo com todos os velejadores olímpicos presentes. Por aqui vamos fazer testes e continuar a forte preparação para a Olimpíada”, explica Robert Scheidt.
Já classificada para a Olimpíada, Adriana Kostiw ocupa a posição de número 70 no Princesa Sofía na classe Laser Radial, após um 38º e um 29º. A atleta paulista acredita que correr um evento importante como esse é importante para evolução técnica. “Não existe semelhança de Palma de Maiorca com a raia olímpica de Weymouth, mas é importante velejar com mais barcos”, afirma. São 89 inscritas na Laser Radial, incluindo a brasileira Maria Cristina Boabaid, que está em 61º lugar.
Na Laser, maior flotilha do campeonato com 138 participantes, o catarinense Bruno Fontes ocupa a posição de número 48. O atleta, já classificado para Londres/2012, tirou um 22º e um 13º. O outro brasileiro na classe é Alex Veeren, 124º colocado.
Na Finn, o paulista Jorge Zarif, que disputará sua primeira Olimpíada em agosto, terminou o dia na 27ª posição. A classe tem outro brasileiro na raia: Arthur Lopes (55º).
A Confederação Brasileira de Vela e Motor tem o patrocínio do Bradesco por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, e apoio da Tamoyo Turismo, Travel Ace, Vuarnet e COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Fonte;  Confederação Brasileira de Vela e Motor

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta