Vettel ganha no Bahrein, lidera Mundial; Massa soma primeiros pontos

Para quem duvidava de suas chances nesta temporada, Sebastian Vettel está de volta. O atual bicampeão mundial deu a volta por cima e conquistou sua primeira vitória neste ano ao cruzar a linha de chegada do GP do Bahrein em primeiro. O alemão, que largou na pole position, até sofreu um pouco com a pressão de Kimi Räikkönen, mas nada que o impedisse de voltar ao topo do pódio.

a temporada passada com folga, esteve abaixo da expectativa nas primeiras corridas.

 Ele ficou em segundo na Austrália, mas amargou um 11º lugar na Malásia e terminou na quinta posição na China.

Com o resultado, Vettel assumiu a liderança do Mundial de pilotos com 53 pontos, quatro a mais do que Lewis Hamilton – o piloto da McLaren ocupava a ponta antes da prova no Bahrein.

Outro destaque ficou por conta do excelente resultado dos carros da Lotus. Com um desempenho consistente, Kimi Räikkönen e Romain Grosjean completaram o pódio na segunda e terceira posições, respectivamente. Foi a primeira vez na qual o finlandês subiu ao pódio desde seu retorno à categoria. Já a McLaren foi discreta.

Felipe Massa enfim terminou na zona de pontuação. O piloto da Ferrari, que havia passado em branco nas três provas anteriores, foi o nono colocado e conquistou seus primeiros pontos no Mundial. Bruno Senna, que havia pontuado nas duas últimas corridas, abandonou a poucas voltas do fim.

RESULTADO FINAL – GP DO BAHREIN

PILOTO
1. S. Vettel (ALE/Red Bull)
2. K. Räikkönen (FIN/Lotus)
3. R. Grosjean (FRA/Lotus)
4. M. Webber (AUS/Red Bull)
5. N. Rosberg (ALE/Mercedes)
6. P. di Resta (ESC/Force India)
7. F. Alonso (ESP/Ferrari)
8. L. Hamilton (ING/McLaren)
9. F. Massa (BRA/Ferrari)
10. M. Schumacher (ALE/Mercedes

A corrida

Na largada, Vettel se manteve à frente de Hamilton e sustentou a primeira posição. Alonso foi muito bem: nono colocado no grid, o espanhol pulou para quinto. Massa e Senna também ganharam várias posições. Os brasileiros, que largaram em 14 e 15º lugares, respectivamente, ganharam cinco posições cada.

Antes do início da prova, houve uma chuva fraca na região do circuito de Sakhir, o que aumentou a preocupação dos pilotos com relação aos pneus. Na pista, Grosjean ultrapassou Webber e conquistou a terceira posição. Na 7ª volta, ele superou Hamilton e foi para segundo. O bom desempenho da Lotus no começo da prova também foi comprovado com Räikkönen, que chegou ao quinto lugar.

Na primeira parada nos boxes, Hamilton teve problemas e perdeu tempo. O piloto da McLaren travou uma disputa acirrada de posição com Rosberg. O alemão foi suspeito de jogá-lo para fora da pista, mas mesmo assim o inglês conseguiu passar.

Após as trocas de pneus,

Vettel se manteve na ponta, seguido pelas Lotus de Grosjean e Räikkönen. Na briga interna, o finlandês levou a melhor sobre o francês e assumiu o segundo lugar. Já Massa sentia dificuldades para se manter à frente de Sergio Pérez, que pressionava na briga pela nona posição.

Com a segunda parada nos boxes, Massa passou a pressionar Alonso, mas sem conseguir ultrapassar seu companheiro de equipe. O espanhol até pegou carona no vácuo de Kamui Kobayashi, que ia para os boxes. O brasileiro também sofria com a aproximação de Hamilton. Na frente, a briga pela ponta se intensificou. Räikkönen aos poucos reduziu a diferença para Vettel e passou a incomodá-lo.

Massa levou a pior no terceiro pit stop. O brasileiro não só perdeu contato com Alonso como foi ultrapassado por Hamilton. Räikkönen também perdeu tempo nos boxes e viu Vettel abrir distância.

A próxima corrida da temporada será o GP da Espanha, em 13 de maio, com largada às 9h (horário de Brasília).

Fontes: UOL Esportes – Sports Mail – Sports Bild – Der Spiegel

Antonio Bento
Analista de Redes de Computadores , Pos-Graduado em Segurança de Redes de Computadores , Pos-Graduado Tecnologias Para Aplicações Web. Trabalha deste 2008 com Aplicações web em desenvolvimentos nas linguagem (php, Python, Ruby Rais) Conhecimento Avançando em banco sql Nosql.
http://stice.info

Deixe uma resposta